As áreas prioritárias para a execução das políticas públicas do Governo do Estado no território Sertão Produtivo foram definidas nesta quinta-feira (21), na escuta territorial, que consistem no diálogo de técnicos da Secretaria do Planejamento do Estado (Seplan) com representações dos segmentos institucionais, produtivos, sociais e econômicos.

Território Sertão Produtivo é formado por vinte municípios, sendo eles: Guanambi, Brumado, Caetité, Palmas de Monte Alto, Iuiú, Candiba, Pindaí, Urandi, Tanque Novo, Sebastião Laranjeiras, Ibiassucê, Caculé, Rio do Antônio, Malhada de Pedras, Tanhaçu, Ituaçu, Contendas do Sincorá, Dom Basílio, Livramento de Nossa Senhora e Lagoa Real. A atividade, realizada durante todo o dia, no auditório do Colégio Modelo no município de Caetité, irá subsidiar a elaboração do Plano Plurianual (PPA) 2020-2023.

A iniciativa é uma importante oportunidade de pactuar junto ao Governo do Estado as ações e programas que vêm sendo construídos no âmbito do território com o diálogo permanente entre os diversos fatores sociais locais.

Planejamento de políticas públicas

Durante a escuta territorial é realizada a leitura e validação das propostas contidas no Plano de Governo Participativo (PGP), do Plano de Desenvolvimento Integrado (PDI) Bahia 2035 e do Plano Territorial de Desenvolvimento Sustentável (PTDS) e eleição para escolha das 30 prioritárias que serão encaminhadas às secretarias de governo para análise e construção das metas e compromissos do PPA 2020-2023.

O PPA, que tem vigência de quatros anos, é um dos instrumentos legais de planejamento das políticas públicas. Nele, os gestores eleitos de todos os entes federados declaram sua visão de futuro, objetivos e diretrizes estratégicas, programas temáticos com indicadores, compromissos e metas para alcançá-los.

Veja mais fotos

Com informações da Seplan

Confira o áudio desta notícia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here